Oratorium Age's

Constantinopla By Night
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 O Império Bizantino

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Leyryel
Admin
avatar

Mensagens : 450
Data de inscrição : 17/09/2009

MensagemAssunto: O Império Bizantino   Dom Abr 22, 2012 8:01 am

O IMPÉRIO BIZANTINO

HISTÓRIA


A jóia da Cristandade oriental, o Império Bizantino é tudo o que resta do outrora poderoso Império Romano. Criado após as tribos germânicas conquistarem a metade ocidental do Império Romano no século IV, o Império Romano do Oriente lentamente, mas de fato, afirmou-se como herdeiro da lei, costume e poder Romanos. O nome do Império vem de Bizâncio, o nome original e ‘’oficial’’ para Constantinopla (a cidade ficou conhecida como Constantinopla devido ao freqüente uso popular, em honra ao fundador da cidade, o Imperador Constantino).

Embora tenha reconquistado as porções ocidentais do Império, o conceito de Império baseando-se em Roma já há muito havia passado. Com a ascensão do Imperador Justiniano I em 527, a separação tornou-se completa. Durante seu reinado, as leis foram publicadas em Grego ao invés de Latim, ele reconheceu a liderança espiritual do Papa em Roma (mas, ao contrário do Sacro Império Romano, salientou a supremacia do estado sobre a Igreja), e codificou o Cristianismo Ortodoxo como a fé legal. As leis também foram esclarecidas e feitas mais abrangentes. Porém, o Império não estava sem seu próprio longo declínio das glórias passadas. A nova fé do Islã levou à perda da Síria e do Egito, e mesmo um cerco à própria Constantinopla em 673. Várias revoltas camponesas balançaram o Império de tempos em tempos, e a Igreja Ortodoxa irritou-se com o controle do imperador. Incontáveis batalhas foram travadas contra os Sarracenos ao sul, os Turcos Seljúcidas à leste, os Búlgaros ao norte e mesmo companheiros Cristãos vindos do oeste através do Mediterrâneo.


CONSTANTINOPLA: JÓIA DE BIZÂNCIO

Em 1197, o Império Bizantino em si pode ser divido em oriente e ocidente, bem como o Império Romano de antigamente. No oeste, a Grécia está firmemente nas mãos do Império e é a fonte de muito da sua cultura e inspiração. O Império Bizantino é verdadeiramente uma nação Grega, e não Latina, embora ele tenha suas raízes firmemente na história Romana. Para o leste, as colinas e montanhas da Ásia Menor provam-se em grande parte inóspitas, não apenas por causa do terreno, mas também por causa das incursões constantes dos Turcos Seljúcidas.

A posição de Constantinopla no centro do Império, e as grandes correntes de metal que proíbem o comércio entre o Mar Negro e o Mediterrâneo exceto pela determinação do imperador, fazem dela uma cidade muito rica. Produtos de todo o mundo encontram o seu caminho aqui, mercadores e comerciantes abundam. A cidade é um local sagrado, com muitos artefatos e belas igrejas que marcam a cidade natal do Patriarca da Igreja Ortodoxa (que não necessariamente reconhece o governo do Papa da Igreja Romana).

Amplas avenidas cortam a cidade, e aquedutos levam água fresca por toda parte. Casas de banho abundam, e a cidade possui muitos confortos e diversões para pessoas de todos os gostos. Existem outras cidades grandes no Império Bizantino também. Atenas é bem conhecida por seus monumentos, e algumas pessoas ainda veneram secretamente os antigos deuses Gregos. Tessalônica é um importante elo nas rotas de comércio entre Constantinopla e Grécia. Nicéia é uma rica cidade comercial que trata de tapetes e especiarias vindas do Oriente, enquanto Sinope no Mar Negro negocia com os Russos e mesmo com mercadores Nórdicos de tão longe quanto a Dinamarca e a Suécia por meio do Rio Dnieper.


CAINITAS LOCAIS



Constantinopla é preenchida com rebanho bem agrupado em suas paredes, e dessa forma é um ímã natural para Cainitas de todo o mundo. Mais ainda do que qualquer outro lugar na Europa ou do resto do mundo, o Império Bizantino é lar para membros de virtualmente qualquer clã ou facção. Os Toreador têm trabalhado duramente e por muito tempo para tornar Constantinopla na incrivelmente bela cidade que ela é hoje, e mantêm um domínio na Igreja Ortodoxa. Os Toreador de Bizâncio estão em desacordo com seus companheiros de clã ocidentais, e as disputas ameaçam alargar-se em uma guerra civil aberta no clã a cada poucas décadas. A Igreja é uma chave primária para o poder e fortuna, e é, portanto, sujeita à atenção dos outros clãs. Os Lasombra, os Tzimisce e os Capadócios são os principais antagonistas a esse respeito, constantemente fazendo seu melhor para enfiar espiões infiltrados na Igreja.

Os Ventrue e os Brujah lutam sobre a secular base de poder, e há rumores de grandes ninhadas de Nosferatu aterrorizando as várias catacumbas antigas e esgotos que se encontram sob as antigas cidades do Império. Recentemente, os Seguidores de Set têm se tornado mais proeminentes, especialmente no império oriental, onde alguns temem que estejam incitando os Turcos Seljúcidas à ação contra os Bizantinos. Os Lupinos Fúrias Negras são especialmente proeminentes na Grécia, e causam aos Cainitas uma quantia nada pequena de problemas. Os Magos também freqüentam as universidades e bibliotecas, e mais de um Cainita colidiu os cotovelos com eles enquanto examinava tomos empoeirados.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://constantinopla.forumeiros.com
 
O Império Bizantino
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» TIGGO: MP3 x IPOD
» Espanha impõe obrigatoriedade de uso de capacete a ciclistas menores de 16 anos

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Oratorium Age's :: Constantinopla :: Histórico-
Ir para: